Share |

“Na discussão da Lei Contra a Precariedade, PSD e CDS apenas desconversam”

“Se na lei está tudo tão bem, porque corre tudo tão mal?”, pergunta Catarina Martins à deputada do PSD Joana Barata Lopes, explicando que hoje a ACT “nada pode fazer”, mesmo quando deteta um falso recibo verde numa empresa, que os contratos a prazo são renovados quase sem limites e que as empresas de trabalho temporário vão duplicando os lucros, ficando com parte do salário dos trabalhadores que despenham, na verdade, funções permanentes.