Share |

Pedro Soares destaca a importância da nova unidade da Braval para o tratamento de resíduos da região

Pedro Soares, deputado do BE eleito por Braga participou na inauguração da nova Unidade de Tratamento Mecânico Central de Valorização Orgânica da Braval. Esta nova unidade representa um investimento de 22 milhões de euros, co-financiado pela União Europeia, e permitirá o tratamento mecânico de cerca de 100 mil toneladas de resíduos indiferenciados dos concelhos de Braga, Amares, Vila Verde, Terras de Bouro, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho.

De acordo o presidente do conselho de administração da Braval, Jorge Silva, esta unidade garante “a valorização de 30 mil toneladas da fração orgânica e 10 mil toneladas de resíduos verdes e castanhos” e também permite “retirar a fração reciclável e valorizar energicamente o biogás”. Segundo Jorge Silva, o objetivo deste investimento é “reduzir a quantidade de resíduos urbanos biodegradáveis encaminhados para este espaço, aumentar a quantidade de resíduos preparados para reutilização e reciclagem, valorizar os resíduos não recicláveis para que possam ter uma valorização, evitando que o seu destino seja o aterro sanitário”

A cerimónia foi presidida pelo Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, que informou os presentes das ações a tomar do Governo até ao final de abril, nomeadamente a “atribuição de licenças a entidades gestores de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos, pneus e veículos em fim de vida”. O ministro destacou, ainda, a vontade do governo em desenvolver um “conjunto de ações baseadas na prevenção de produção de resíduos”, indo de encontro à política definida pela União europeia para a “utilização mais sustentável dos recursos”.

O Pedo Sares, presidente da comissão parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, afirmou que esta nova unidade representa uma “elevada importância para o tratamento de resíduos desta região”, por ser a “única unidade com estas características no Norte do país”.