Share |

Bloco exige medidas para travar agravamento das bactérias multirresistentes no Rio Ave

O deputado eleito por Braga, Pedro Soares, diz que o Bloco de Esquerda avançará com medidas de forma a exigir que estas entidades controlem o problema. "Até hoje não se ouviu ainda nenhuma entidade pública tomar posição pública sobre esta questão, nem mesmo das autarquias envolvidas, muito menos das empresas ligadas ao saneamento", frisou o deputado durante a conferência de imprensa, esta manhã, junto a um dos principais focos de contaminação do rio Ave, noLugar da Azenha Velha, ao lado do campo de futebol, atrás da Didáxis, em Riba D` Ave, no concelho de Vila Nova de Famalicão.

 

"O pior que podia acontecer era esta situação permanecer no rio Ave em total desconhecimento de todos e com todas as atividades que envolvem as suas margens, como atividades de pesca de rio, continuarem normalmente sem serem tomadas medidas de precaução", salientou Pedro Soares. Mais, "uma das Etar`s que descarrega em períodos de maior caudal do rio desliga o tratamento terciário que pode precisamente evitar que estas bactérias permaneçam na água", destaca o deputado do bloco.

 

Na próxima quarta-feira,  25 de maio de 2016, às 10H00, na Assembleiada República, decorre a audição conjunta com a  APA – Agência Portuguesa do Ambiente, ARS-N – Administração Regional de Saúde do Norte, AMAVE – Associação dos Municípios do Vale do Ave, empresas Vimágua e Águas do Norte sobre a qualidade da água do Rio Ave, com particular incidência na problemática da recente identificação de bactérias multirresistentes naquele curso de água, na comissão Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, presidida pelo Deputado Pedro Soares (BE). "O objetivo é procurar estabelecer compromissos sobre medidas para diminuir a poluição no Ave, aumentar a qualidade da água, e controlo das bactérias multirresistentes", esclareceu o deputado esta manhã em conferência de imprensa onde foram entregues novos dados do relatório do ISPA sobre a matéria.

AnexoTamanho
conferencia_de_imprensa_bacterias_rio_ave.pdf305.4 KB
graficos_bacterias_rio_ave.pdf356.5 KB