Destaque

A mostra de cinema insubmisso DESOBEDOC acontece no Teatro Sá de Miranda, em Braga, a 4 e 5 de Maio.

Notícias

Bloco Concelho de Braga

O deputado do Bloco de Esquerda, Pedro Soares, acompanhado de outros dirigentes concelhios, visitou a Escola Básica 3º e 3º Cilco Frei Caetano Brandão, em Maximinos. 

Bloco Guimarães

Os militantes do Bloco de Esquerda elegeram, no passado sábado, dia 21 de Abril, a Comissão Coordenadora Concelhia de Guimarães para o biénio 2018-2020. 

Bloco Famalicão

A Assembleia de Freguesia de Oliveira Santa Maria aprovou por unanimidade a proposta do Bloco de Esquerda, para implementação do orçamento participativo.

Bloco Guimarães

“Esta atitude da Câmara Municipal é duvidosa, uma vez que continua a não ser possível conhecer a real situação dos restantes trabalhadores municipais”.

Bloco Distrital de Braga

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questionou o Governo, através do Ministério do Ambiente, sobre as recentes descargas diretas de efluentes não tratados a partir da Estação de Tratamento Elevatória de Lago, freguesia do concelho de Amares.

Bloco Guimarães

O deputado do Bloco de Esquerda e presidente da comissão parlamentar de Ambiente, Pedro Soares, questionou o Governo sobre as descargas poluidores no Rio Selho, ocorridas na passada semana em São Lourenço de Selho. 

Bloco Distrital de Braga

O Bloco de Esquerda promoveu, na noite de sexta-feira, em Braga, uma sessão para discutir a estratégia portuguesa para a deficiência, com os deputados Jorge Falcato e Pedro Soares e Joana Alves, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. 

Vídeos

Pedro Soares apresenta o PjL do BE que institui um prazo para a regulamentação e reforça a Lei de proteção contra a exposição aos campos elétricos e magnéticos.

Opinião

O PREVPAP é um processo histórico em que o Estado, pela primeira vez em décadas, decide reconhecer que existem pessoas a trabalhar com vínculos precários e inadequados na função pública. É também um desafio central ao atual momento político para o governo e autarquias.

Quando agentes políticos tratam obras de arte  pior do que tratariam obras de construção civil potencialmente ilegais, fica quase tudo dito sobre o nível e a responsabilidade cultural desses autarcas.

Deputado eleito por Braga

Clique para ver mais

Revista Vírus